• Rayla Alves

Presidente exonera Canuto e Rogério Marinho é o novo ministro do Desenvolvimento Regional

Decisão de sair do cargo, partiu do próprio ministro, que agora vai assumir o Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência.


Presidente Bolsonaro, exonera Gustavo Canuto, do cargo de ministro do Desenvolvimento Regional, na tarde desta quinta-feira (6). O afastamento, publicado na edição extra do diário oficial da União, afirma que a decisão partiu do próprio ministro, que passará a assumir o Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência.

Ainda de acordo com a publicação, Rogério Marinho, então secretário especial da reforma da previdência e do trabalho, passa a assumir o cargo. Marinho foi um dos principais articuladores entre congresso e governo para a aprovação da reforma previdenciária, no segundo semestre de 2019. Bruno Bianco, que já era adjunto de Marinho, vai comandar interinamente o cargo de secretário da previdência e trabalho.


O porta -voz da presidência, o General Otávio Rego Barros anunciou a saída de Canuto, no final da tarde. No Dataprev, Canuto terá a missão de ajudar na diminuição das filas de pedidos de benefícios do INSS.


Rogério Marinho foi relator da reforma trabalhista em 2018, no governo Temer. Filiado ao PSDB, atuou na Câmara federal, como deputado, representando o Rio Grande do Norte entre 2007 e 2018.


Pelas redes sociais, Marinho agradeceu o apoio do presidente Bolsonaro em conceder a ele, a pasta ministerial. " Tenho a honrosa missão de conduzir as políticas públicas ligadas à integração e ao desenvolvimento regional do nosso país."



Ele ainda prosseguiu, agradecendo ao ministro da economia pelo período do qual

trabalharam juntos. "Agradeço ao ministro Paulo Guedes e a toda a equipe da economia, em especial da secretaria especial da previdência e trabalho, pelo privilégio de termos juntos, construído um legado para o Brasil." Finalizou.

© 2020 Rayla Alves