• Rayla Alves

Suspeito de matar motorista de aplicativo é encontrado 24 h depois de ter foto divulgada


Denuncia anônima, levou polícia até Natanael Pereira Barros, encontrado no centro de Taguatinga. De acordo com os policiais, o homem não ofereceu resistência no momento da prisão


O cerco se fechou para o homem que matou o motorista de aplicativo, Aldenys da Silva, de 29 anos. Natanael Pereira Barros, de 19 anos, se tornou o principal suspeito do crime depois de uma série de investigações feitas pela polícia.


Após ter foto divulgada pela guarda policial, em menos de 24 horas, uma denuncia anônima informou à polícia, ter visto Natanael circulando no centro de Taguatinga. A polícia agiu rápido e conseguiu prender o homem que não ofereceu resistência na hora da detenção.

Em depoimento, o suspeito entrou em contradição em vários momentos. Natanael afirmou não ter roubado e nem matado Aldenys, mas confessou ter usado o carro da vítima apenas para fazer uma mudança de Taguatinga Norte até Samambaia. Ao ser questionado em qual período pegou o automóvel, não soube explicar. A polícia é claro, não se convenceu.

A situação se complicou ainda mais para o preso. Ao saber da prisão de Natanael e o reconhecer, um outro motorista de aplicativo apareceu na delegacia e prestou depoimento, confirmando ter sido roubado pelo homem, no Riacho Fundo. Agora, a justiça tenta transformar a prisão de Natanael que era temporária para preventiva.

© 2020 Rayla Alves